Fachada Ventilada

Involucro a Secco

Graças aos sistemas de fachadas ventiladas , Ultra se torna "Ultra" inclusive por estes sistemas tecnológicos de revestimento externo: é possivel de fato revestir qualquer construção, sejam eles modulares com uso repetido de módulos o que os tornam peculiares (característica vencedora de formatos "cheios" como os 300x150- 120-100 cm), ou mesmo os não modulares que pedem elementos múltiplos , diferentes na forma e nas dimensões.

A aplicação das placas na fachada ventilada utiliza a técnica de montagem entre o elemento de revestimento e o elemento  de suporte em alumínio , mediante junções estruturais realizadas no estabelecimento, seguindo um rigoroso e meticoloso procedimento.
O estudo do projeto , a adequação do sistema ao edifício , unido ao controle sistemático dos materiais e das superficies de  ancoragem da estrutura, consetem de fato de desfrutarmos as propriedades de Ultra e da estrutura em aluminio , mas sobretudo eliminar do canteiro de obras qualquer outra operação que não seja a  simples ancoragem mecânica: Ultra, como sistema de revestimento, se apresenta preparada para ser "simplesmente" enganchada e instalada na alvenaria existente , com uma instalação garantida e controlada pelo estabelecimento de produção.

O sistema foi desenvolvido para consentir a máxima flexibilidade para o projetista utilizando duas sub-divisões de sistemas, que têm em comum o posicionamento estrutura/placa através de junções estruturais , mas que se diferenciam no tipo de estrutura que consente de ancorar Ultra na parede do edifício:

- Ultra Frame, que utiliza um quadro perimetral de suporte, desenhado para ser diretamente pendurado nas placas de metal modulares ancoradas na parede do edifício;
- Ultra Light, que por sua vez utiliza perfis verticais particulares a serem fixados num jogo de montantes e barras horizontais pré-fixados na parede de sustentação.

Fachada Ventilada

UTILIZAÇÃO DAS FACHADAS VENTILADAS

A fachada ventilada instalada à seco, pode ser utilizada seja nas novas construções que em reformas.
A composição por etapas permite a instalação no interno do vão intermediário, de uma camada isolante , otimizando assim o desempenho energético da construção realizada desta maneira, e reduz também as dispersões através das paredes, tornando possível a realização também no caso de necessidade de isolamento térmico da alvenaria alcançando determinados valores de transmissão de cargas à parede ou da quantidade ideal de energia para o funcionamento do edifício.

A escolha para definir qual dos sistemas aplicar, segue os parâmetros a seguir:

- Magnitudine do projeto - Modularidade do desenho da fachada- Dimensãoes da placa e repetição das placas
- Altura do edifício - Abertura das janelas - Presença de sacadas e terraços - Quantidade de elementos especiais
- Organização e logistica do canteiro

Os dois sistemas de qualquer modo são capazes de satisfazer as necessidades de qualquer edifício, mantendo um alto padrão de resistência a cargas de vento, de acordo com os valores alcançados pelos melhores revestimentos ventilados de cerâmica tradicionais. Nos sistemas Ultra Ventilada de fato , as placas continuam a ter somente um elemento revestindo uma estrutura de aluminio as quais carregam a terefa de suportar as cargas, limitar as flexões das partes e transferir então às cargas para a parede de sustentação: o estudo apropriado da posição dos elementos  tais juntas de aluminio e perfis, seguindo o projeto, permite dissipar cargas excessivas para a placa assim garantindo durabilidade e integridade do sistema. A oportunidade de escolher entre dois sistemas sugere a análise na fase preliminar do projeto, cruzando os parâmetros e decidindo em prol da técnica e da tecnologia , individuando o sistema ideal. No projeto preliminar do revestimento se deve imaginar como "uma costura de pele na parede da construção", isso gera corte de tecido ( no caso cerâmica) e isso pode tornar mais cara a execução
Por isso é importante identificar as dimensões que se completam , otimizando o resultado de maneira econômica: em uma nova construção isso pode acontecer coordenando o projeto. Em caso de reformas , ao invés, adequar o uso de Ultra Frame pode onerar o custo por exigir características arquitetônicas e dimensionais dificeis de adequar, enquanto o sistema Ultra Light é bem mais flexível.
Ultra Frame e Ultra Light são obviamente compatíveis: isto é, permite em função do projeto, utilizar ambos os sistemas, fazendo uso diferenciado de acordo com a área: Frame para as áreas que exigem módulos continuos e Light para onde seja necessario variar dimensão e constância das placas. O dimensionamento das juntas entre as placas , deve ser feito com cuidado , observando a dilatação térmica dos elementos, evitando expor as placas à cargas não apropriadas.A dilatação térmica é um fenômeno natural, tipico dos materiais e em função do tamanho da peça: quanto maior a peça , maior será o seu alongamento  absoluto.

Ambos os sistemas, apesar de economicamente diferentes, podem ser dotados de:
- Rede de segurança capaz de limitar a queda de fragmentos de placas quebradas por impactos anômalos;
- Retenção mecânica contínua, bilateral ou pontual;
- Fechamento das juntas entre as placas  (sistema Frame) onde se cria uma primeira barreira à água,capaz de limitar a passagem para o interior da zona intermédiaria de ventilação do sistema.

Pedido de informação

Para entrar em contato com Ariostea e pedir informações de qualquer tipo, preencha o formulário abaixo, você será contactado o mais rapidamente possível.
Insira um endereço de e-mail correto e ativo.
Os campos marcados com * que eles são necessários.




Adicione a sua lista para solicitar informações!
0
Não inclua no e-mail
call me Por favor, ligue-nos o mais rapidamente possível.

Desejo receber notícias e Ariostea.
Desejo receber notícias e Ariostea.


PRIVACY
* Confirmo que eu li, entendi e aceito os termos do tratamento de dados pessoais (Política de Privacidade)


Para habilitar o botão de clique apresentar no cadeado abaixo